Te Hablaré - Maldita Nerea (Tradução da letra)

Your browser does not support video.

ESPANHOL PORTUGUÊS
Tú me vendras con historias siderales Você virá com histórias siderais
Tú me vendrás con esa extraña sensación Você virá com essa estranha sensação
Del que no entiende la mitad de sus verdades Do quem não compreende a metade de suas verdades
Y sufre males de cabeza y corazón E sofre males da cabeça e do coração
   
Tú me vendrás con preguntas racionales Você virá com perguntas racionais
Tú me vendrás con la certera convicción Você virá com certeira convicção
De que esta vida no ha querido tus finales De que esta vida não tem querido teus finais
Que prefirió cambiar de "prota" y de guión Que preferiu trocar de protagonista e de roteiro
   
Y no de las mentiras, no de los desiertos E não das mentiras, não dos desertos
No de los malos momentos Não dos maus momentos
Que ya no están para ser nuestros Que já não estão para ser nossos
No de amargos tragos, ni tristes canciones Não de amargos goles, nem tristes músicas
Y no de malas intenciones E não de más intenções
Que llenan malos corazones Que preenchem maus corações
Que mi todo es nada y que tu nunca es siempre Que meu tudo é nada, e que nunca é sempre
Y llevo ya tiempo sin verte E levo já tempo sem ver você
Así que ven que yo de buenos te hablaré Assim que venha que eu de bons te falarei
Y no de malos te hablaré E não de maus te falarei
Así que ven que yo de buenos te hablaré Assim que venha que eu de bons te falarei
   
¿Sabes? El sol no está ahí para cegarnos Sabe? O sol não está aí para deixar-nos cegos
Ni las tormentas para no poder volar Nem as tormentas para não poder voltar
Ni tu futuro es como tú lo estás pintando Nem o futuro é como você o está desenhando
¿Es que no ves que en esta vida hay que soñar? É que não vê que nesta vida há que sonhar?
   
Y me vendrás con respuestas que no valen E virá com respostas que não valem
Mas que para perder el tiempo y la ilusión Mas que para perder o tempo e a ilusão
Y hacen que todo cueste más de lo que vale E fazem que tudo custe mais do que vale
Así que ven que el precio te lo digo yo Assim que venha que o preço sou eu quem o digo
   
Y no de las mentiras, no de los desiertos E não das mentiras, não dos desertos
No de los malos momentos Não dos maus momentos
Que ya no esán para ser nuestros Que já não estão para ser nossos
No de amargos tragos ni tristes canciones Não de amargos goles, nem tristes canções
Y no de malas intenciones E não de más intenções
Que llenan malos corazones Que preenchem maus corações
Que mi todo es nada y que tu nunca es siempre Que meu tudo é nada, e que nunca é sempre
Y llevo ya tiempo sin verte E levo já tempo sem ver você
Así que ven que yo de buenos te hablaré Assim que venha que eu de bons te falarei
Y no de malos te hablaré E não de maus te falarei
Así que ven que yo de buenos te hablaré Assim que venha que eu de bons te falarei
Y no de malos te hablaré E não de maus te falarei
Así que ven que yo de buenos te hablaré Assim que venha que eu de bons te falarei
   
Y no de malos que complican, que mienten E não de maus que complicam, que mentem
Que no te explican, que no te entienden Que não explicam, que não entendem
Y que nunca tienen nada, nada que contarte E que nunca têm nada, nada para lhe contar
Ni una sonrisa, ni un final con te quiero Nem um sorriso, nem um final com te amo
Ni un te esperaré siempre, ni un seré sincero Nem um lhe esperarei sempre, nem um serei sincero
Ni una sola palabra que no lleve mentira Nem uma palavra só que não leve mentiras
O que te llene de vida así que.... Ou que lhe encha a vida assim que
Ven que te hablaré.. Venha que te falarei
Y yo de buenos te hablaré E não de maus te falarei
Así que ven que yo de buenos te hablaré Assim que venha que eu de bons te falarei
Y no de malos te hablaré E não de maus te falarei
Así que ven que yo de buenos te hablaré Assim que venha que eu de bons te falarei
Y no de malos te hablaré E não de maus te falarei
Así que ven que yo de buenos te hablaré... Assim que venha que eu de bons te falarei...