Simplemente Amigos - Ana Gabriel (Tradução da letra)

Your browser does not support video.

ESPANHOL PORTUGUÊS
Siempre, como ya es costumbre día a día es igual Sempre, como é costume todos os dias são iguais
No hay nada que decir ante la gente es así Não há nada a dizer diante as pessoas é assim
Amigos simplemente amigos y nada más Amigos apenas amigos e nada mais
   
Pero quien sabe en realidad lo que sucede entre los dos Mas quem sabe realmente o que acontece entre os dois
Si cada quien llegando la noche finge un adiós Se cada pessoa chegando a noite finge um adeus
   
Cuanto daría por gritarles nuestro amor Quanto daria por gritar o nosso amor
Decirles que al cerrar la puerta nos amamos sin control Dizer que ao fechar a porta nos amamos sem controle
Que despertamos abrazados, con ganas de seguir amándonos Nós acordamos abraçados, com vontade de seguir nos amando
Pero es que en realidad no aceptan nuestro amor Mas é que em realidade não aceitam o nosso amor
   
Siempre, con miradas siempre nos damos todo el amor Sempre, com olhares sempre nos damos todo o amor
Hablamos sin hablar todo es silencio en nuestro andar Nós falamos sem falar tudo é silêncio em nossa caminhada
Amigos simplemente amigos y nada más Amigos apenas amigos e nada mais
Pero quien sabe en realidad lo que sucede entre los dos Mas quem sabe realmente o que acontece entre os dois
Si cada quien llegando la noche finge un adiós Se cada pessoa chegando a noite finge um adeus
   
Cuanto daría por gritarles nuestro amor Quanto daria por gritar o nosso amor
Decirles que al cerrar la puerta nos amamos sin control Dizer que ao fechar a porta nos amamos sem controle
Que despertamos abrazados, con ganas de seguir amándonos Nós acordamos abraçados, com vontade de seguir nos amando
Pero es que en realidad no aceptan nuestro amor Mas é que em realidade não aceitam o nosso amor
   
Cuanto daría por gritarles nuestro amor Quanto daria por gritar o nosso amor
Decirles que al cerrar la puerta nos amamos sin control Dizer que ao fechar a porta nos amamos sem controle
Que despertamos abrazados, con ganas de seguir amándonos Nós acordamos abraçados, com vontade de seguir nos amando
Pero es que en realidad no aceptan nuestro amor Mas é que em realidade não aceitam o nosso amor
   
No, oh, no, no aceptan nuestro amor Não, oh, não, não aceitam o nosso amor
No, oh, no, no aceptan nuestro amor. Não, oh, não, não aceitam o nosso amor.